rf_cchevelu_30-ombre-23

Como cuidar de um couro cabeludo muito seco

Quando o mecanismo de proteção natural do couro cabeludo e do cabelo é insuficiente, o couro cabeludo torna-se desconfortável. Como resultado, o cabelo torna-se seco, baço, poroso e frágil. Fica áspero ao toque.

Quais são os sinais de um couro cabeludo muito seco?

Na Europa, 34% das mulheres afirmam ter o cabelo seco. E apenas metade associa este sintoma a um problema de couro cabeludo (17% das mulheres relata ter o couro cabeludo seco).

As sensações de um couro cabeludo muito seco são caracterizadas por um desconforto (o couro cabeludo fica tenso e rígido) e tensão extremos ou mesmo uma ligeira comichão.

rf_cchevelu_67

As pessoas que sofrem de um couro cabeludo seco queixam-se de que o seu cabelo é "como palha"

O cabelo é áspero ao toque, e espigado devido às suas frágeis propriedades mecânicas. O cabelo fica incontrolável porque se embaraça e fica muito difícil de pentear.

Ao contrário de um couro cabeludo oleoso ou caspa, um couro cabeludo seco não é considerado um grande problema, mas principalmente uma questão estética e um incómodo desconfortável.

As causas de um couro cabeludo seco

São inúmeras as causas do couro cabeludo e cabelo extremamente secos e envolvem mecanismos muito diferentes.

Em termos gerais, alguns couros cabeludos podem ser considerados muito secos por natureza devido a uma falta "constitucional" de lubrificação fisiológica. Outros couros cabeludos muito secos, por outro lado, são o resultado de tratamentos químicos traumáticos (tratamentos capilares agressivos e/ou mal adaptados) e de condições externas agressivas.

Podemos assim distinguir dois tipos de causas: internas ou externas.

As principais causas internas frequentemente associadas a cabelos muito secos são:

  • uma deficiência natural de secreções sebáceas pela glândula sebácea ao nível do couro cabeludo, ou seja, insuficiência endócrina
  • glândula sebácea de tamanho reduzido (como sucede no caso do cabelo frisado)
  • má irrigação do couro cabeludo
  • idade: a renovação celular na raiz do couro cabeludo decresce e a secura aumenta com o tempo
  • hereditariedade
  • stress
rf_cchevelu_68

As causas externas, que são, de longe, as mais frequentes, preocupam:

  • trauma mecânico: penteados, secadores de cabelo demasiado quentes, escovagem agressiva, etc.
  • tratamentos químicos: produtos para pentear agressivos, tintas, descolorações, permanentes, etc.
  • desequilíbrios ambientais: sol, vento, água do mar, piscinas, poluição, raios UV, etc.

Quer as causas sejam externas ou internas, é um défice significativo de secreção sebácea que conduz aos casos mais intensos de secura do couro cabeludo e do cabelo.

Mecanismos de proteção natural contra a subnutrição do couro cabeludo

A proteção natural da epiderme do couro cabeludo, tal como a do cabelo, é principalmente proporcionada por dois sistemas: o filme hidrolipídico e o cimento intercelular.

O filme hidrolipídico

A superfície do cabelo e do couro cabeludo não se encontra em contacto direto com o ambiente externo. Encontra-se coberta por uma camada protetora, uma película protetora com um pH ligeiramente ácido chamado filme hidrolipídico (FHL). Esta é uma verdadeira barreira natural que cobre tanto o couro cabeludo como o fio de cabelo.

rf_cchevelu_13

Este filme é composto por duas fases:

  • uma fase aquosa resultante da transpiração permanente da perda de água transepidérmica (TEWL) e ocasionalmente da transpiração;
  • uma fase lipídica a partir do sebo e dos lípidos da epiderme.

A FHL é responsável pela qualidade do aspeto exterior do couro cabeludo e do cabelo, uma vez que os protege de várias formas.

Antes de mais, contribui para a constituição da barreira cutânea que combate a penetração de substâncias estranhas. Por conseguinte, protege o couro cabeludo de várias agressões externas (raios UV, poluição, etc.).

Também regula a hidratação, impedindo a fuga de elementos hidratantes e nutritivos essenciais. Permite assim a manutenção de substâncias com capacidade de retenção de água nas células do estrato córneo.

O cimento intercelular

O cimento intercelular é naturalmente rico em lípidos. A sua integridade assegura a coesão das células:

  • do cabelo: em particular os queratinócitos e os grãos de melanina.
  • do couro cabeludo: os corneócitos, células mortas cheias de queratina que constituem o estrato córneo da epiderme (a camada mais superficial).
  • dentro dos tecidos e a hidratação das camadas superficiais da epiderme.

Está, portanto, presente tanto no couro cabeludo como no cabelo.

O cimento intercelular é composto por várias classes de lípidos, dos quais 40-50% são ceramidas, que permitem o controlo da perda de água transepidérmica (TEWL, a difusão natural da água da derme para a superfície). A sua estrutura tipo bicamada reduz a permeabilidade à água e aos solúveis. Assim, protege a barreira cutânea e regula a hidratação.

Mas esta proteção, embora dupla, ainda é frágil...

Se a barreira fisiológica for alterada, a perda de água transepidérmica acelera, fazendo com que o couro cabeludo fique seco ou muito seco.

Como cuidar de um couro cabeludo muito seco

O couro cabeludo e o cabelo muito secos necessitam de produtos de cuidados capilares especiais que os alimentem de dentro para fora e que fortaleçam a sua estrutura a longo prazo.

A procura de champôs e produtos de cuidados capilares para cabelos secos e muito secos está a aumentar. O uso crescente de técnicas de coloração, permanentes ou alisamento está a danificar a fibra capilar. O cabelo fica, portanto, muitas vezes mais quebradiço, baço, áspero...

Em caso de um couro cabeludo muito seco, é a saúde do cabelo que fica realmente ameaçada. A barreira protetora do couro cabeludo deve ser reconstituída de modo retardar este processo de evaporação.

O papel fundamental dos lípidos na coesão do couro cabeludo e das células capilares deve ser invocado. Uma coesão celular adequada reforça obviamente o efeito de barreira.

Um tratamento eficaz para couro cabeludo e cabelo muito secos deverá, por conseguinte, conter ingredientes ativos nutritivos capazes de equilibrar a sua deficiência lipídica. Irá:

  • reparar a barreira cutânea constituída pela FHL e pelo cimento intercelular;
  • recuperar a capacidade de atrair, reter e redistribuir água.
rf_cchevelu_62

A fim de aliviar este desconforto e de manter boas qualidades estéticas durante muito tempo, o couro cabeludo e o cabelo muito secos necessitam de produtos de cuidado capilar específicos e adaptados. Estes devem nutrir profundamente o couro cabeludo, enquanto reestruturam e fortalecem a fibra capilar.

Durante muito tempo, a hidratação foi considerada um fenómeno passivo: a água foi impedida de evaporar com humectantes. No entanto, o fornecimento de água ao couro cabeludo e ao cabelo por si só não pode melhorar o seu estado. Assim que é aplicada no couro cabeludo e no cabelo, a água evapora sozinha sem que se observe qualquer efeito hidratante a longo prazo.

 Incentivar o fornecimento de ácidos gordos essenciais pode, ao mesmo tempo:

  • reforçar a barreira hidrolipídica do cabelo e do couro cabeludo na superfície com triglicéridos;
  • reforçar, no fundo, o cimento intercelular com esteróis. 

O couro cabeludo seco aguarda um tratamento benéfico que proporcione uma nutrição intensa.

rf_engag_formules-4

Entre os ingredientes ativos de origem natural que podem satisfazer as necessidades intensas de um couro cabeludo seco, a manteiga de Karité é um dos mais eficazes.

Com as suas excecionais propriedades nutritivas, fornece ao couro cabeludo todos os lípidos essenciais aos vários componentes da fibra capilar e à reconstituição do filme hidrolipídico. A alimentação é assim mantida sem pesar o cabelo.

Naturalmente ricas em ácidos gordos, vitaminas A e E, as ceras espessas de manteiga de Karité protegem intensamente as zonas secas. Fundem-se no interior do cabelo para renová-lo e fortalecê-lo em profundidade.

Cimentrio, derivado da soja, é um complexo natural que reproduz a ação do cimento intercelular. Compensa a sua deficiência e age para restaurar e reforçar a coesão das escamas. Ao preencher lacunas e pontas duplas, melhora visivelmente o aspeto e a qualidade do cabelo.

Os dois ingredientes ativos combinados são um dos aliados mais fortes para o couro cabeludo e cabelo secos.

rf_cchevelu_36

Couro cabeludo seco e muito seco: dicas úteis

Dica 1: não hesite em aplicar o seu tratamento diretamente no couro cabeludo.

Dica 2: em cabelos muito secos, deixe o seu tratamento durante a noite.

OS NOSSOS PRODUTOS CRIADOS PARA SI

Óleo Nutrição Intensa

Karité Nutri

Óleo Nutrição Intensa

Nutre intensamente

Produto principal
Máscara Nutrição Intensa

Karité Nutri

Máscara Nutrição Intensa

Desembaraça instantaneamente, Nutre profundamente

Champô Nutrição Intensa

Karité Nutri

Champô Nutrição Intensa

Limpa e nutre o cabelo

Creme de Dia Nutrição Intensa

Karité Nutri

Creme de Dia Nutrição Intensa

Nutre intensamente, Repara intensamente

rf_engag_engagements
Voltar ao topo